segunda-feira, 26 de julho de 2010

... nossa rotina...


Acordar com você é uma destas coisas que não têm explicação. Não existem palavras para um momento tão perfeito como este. Você entende meu sonambulismo, minhas palavras absurdas no meio do sono, e eu estou aprendendo a respeitar seu ronco. Já tentamos aquela coisinha de colocar no nariz e, aparentemente, não adiantou. Tudo bem, é um preço pequeno a pagar já que quando eu não quero sair da cama de jeito nenhum você me abraça e me esquenta, acha engraçado, mas já se acostumou com o fato de que eu sinto um frio “que vem de dentro do pé”. Eu também finalmente estou entendendo que você simplesmente não sente frio.

Parece algo comum. Uma segunda pela manhã, friozinho, apertando mil vezes a soneca do despertador. Depois, ainda sonolenta, faço um misto quente pra você que adora café puro, enquanto eu não fico sem suco de laranja e Yakult. Depois você me leva pro trabalho, me beija com gosto de café e me deseja um bom dia. Eu retribuo. Mais uma semana começa. Parece ser igual às outras. Mas é mais que isso. É fundamental. Não entendo porque as pessoas têm medo da rotina. Pra mim, cada pedacinho dela tem sua razão de ser.

São pedacinhos de felicidade que fazem com que eu me sinta viva.

2 comentários:

Diiii disse...

Finalmente, também, entendi o q é isso.
BeijOO!

ruavazia disse...

Um ponto de vista diferente sobre a rotina. Bom se pensar sobre.