quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

... Luiza....

Luiza, a coisinha mais linda da tia!

2010 foi um ano muito importante pra mim. Muito mais por anunciar o que me esperava em 2011 do que pelo ano em si. Eu queria que o ano acabasse logo. Como sempre estava cansada, aquelas coisas.... aí... bem no final, 45 do segundo tempo, minha sobrinha nasceu. Na prorrogação eu fiquei noiva. Foram duas das notícias mais felizes que já recebi na vida e que me fizeram esperar pelo ano novo de uma forma muito especial.  

Já imaginava que seria uma tia babona. Defendo e faço tudo pelas pessoas que eu amo. Agora, não sabia que seria possível amar tanto uma criaturinha como eu amo a Luiza. De um jeito que parece não caber em mim. Mas cabe. E não dói. Só me faz bem. Ela tem só dois meses e me ensinou que eu sei amar muito mais do que penso. Por causa dela passei a amar ainda mais o meu irmão e a minha cunhada-irmã pela alegria que eles me deram. 

Quando fiz 30 comecei a ficar com medo daquela história do relógio biológico. A gente começa a achar todos os bebês a coisa mais linda do mundo, fica mais sensível, enfim... pensei: será possível que eu queira ser mãe? Mas já? E é bem nessa hora que surge a salvação da lavoura. A sobrinha. E descobri que o que eu queria mesmo era ser tia. 

E o que aconteceu foi isso: a Luiza acabou de chegar e mudou a minha vida. Ela estar aqui me faz acreditar que esse mundo ainda tem jeito e que a vida é boa. Por causa da Luiza acredito mais em sonhos, choro com palavras verdadeiras, perdi a vergonha de ser (mais) boba e valorizar as coisas simples da vida. 

Ela me faz querer ser melhor. Dá uma vontade de pegar a menina pela mão e dar de graça tudo o que eu penei para aprender de útil e difícil nos meus 32 anos de vida. Embora eu saiba que é ela quem vai me ensinar muitas coisas. Por enquanto, ela que ainda nem sabe falar, me ensinou que detesta ficar parada, não gosta muito que mexam no cabelinho dela e o melhor, ela me mostrou que adora o colo da tia.

5 comentários:

Clarissa disse...

Mari, que texto lindo!! Amei!

Leleca disse...

Texto lindo mesmo. :)

lili1500 disse...

Sabe... ouvir que alguém gosta da gente é muito bom, porém, saber que alguém ama a nossa filha é muuuuuuiiiiito melhor!esta é uma inexplicável sensação que a gente tem quando se torna mãe!
bjos

♥ Janinha ♥ disse...

Nossa que texto lindo Mariii
Adoro textos assim, desses que a gente sente nele toda a emoção derramada de quem escreveu.

Ela é muito linda, parabens pelo presente maravilhoso que vc ganhou

Debora Coneglian disse...

Que linda amiga! Um anjinho cor de rosa!! Amei seu texto e digo que to com muitas saudades de voce.
Beijo gigante,