segunda-feira, 27 de junho de 2011

... Saudade....

Não estamos aqui por acaso. Todos temos uma ou várias missões importantes nesta vida. Mas algumas pessoas são realmente especiais e tornam o mundo um lugar melhor. Meu pai sabia o que era fazer o bem e nos ensinou que ser alegre é muito melhor do que ser triste. Ele se sacrificou para nós dar aquilo que ele não pôde ter. Graças ao que aprendemos com ele não sentimos culpa, tristeza ou arrependimento por não precisar imaginar o que teria sido, o que poderíamos ter dito. Ele nos ensinou muito sobre caráter, honra, honestidade e amor. Nos mostrou que é possível amar uma só pessoa a vida toda, e ser correspondido. Além de nos mostrar que não devemos deixar para depois aquilo que nos faz feliz hoje.


Ele sempre foi firme, e às vezes até difícil de se lidar, mas era impossível deixar de notar suas boas intenções. Meu pai era um grande contador de estórias. Viveu e viu muita coisa na vida e era capaz de transformar pequenas vivências em grandes e interessantes estórias. A verdade é que ele sabia mais do que a gente. Ele entendia mais do mundo e dos caminhos que a vida segue.

Nós o queríamos aqui e fizemos de tudo para que ele continuasse conosco. Mas ele, sábio como era, entendia que já havia cumprido sua missão. Gostava muito da vida e sabia que não seria fácil viver cheio de restrições. Ele não se dava bem com proibições e odiava receber ordens. Depois de ter feito bem a tanta gente ele podia se dar a esse luxo.

Meu pai sempre será nossa referência e nosso melhor amigo. Não será fácil ficar sem seus olhos azuis, rojões durante os jogos do Palmeiras, apostas com os corinthianos, cuidados com o bigode, palavrões em italiano e cervejinhas de sexta-feira. Mas sei que ele ficaria bravo, muito bravo, se desistíssemos da felicidade por ele não estar aqui.

Agradecemos a todos que nos ajudaram neste momento difícil. Agora ficam as lembranças, a saudade e amor que recebemos dos milhares de amigos que ele tinha. Muito obrigado pelas orações e palavras de incentivo. É por ele que iremos viver com alegria e aproveitar todos os momentos felizes que ainda estão por vir.

7 comentários:

Thais França disse...

Mari, muito lindo seu texto. Amei e chorei. Saiu do fundo do seu coração e tocou o meu.

Beijos, amiga. Conte sempre comigo.

Paula disse...

Que lindo Mari..parabéns por esse amor infinito e eterno, que certamente será multiplicado nas próximas gerações.
grande beijo amiga

Renata disse...

Pai sempre é a pessoa que a gente passa a vida admirando, querendo ser igual. Eles, por sua vez, passam a vida cuidando, nos orientando, fazendo de tudo para que sejamos pessoas dignas e felizes. Um dia a missão deles termina, e pra nós sobra só saudade.

Eu acredito que o seu pai ainda olha por você. E vai olhar pra sempre.

Bonito o texto. Um abraço apertado e um grande beijo pra você.

Carol Igarashi disse...

Lindo Mari! Como os olhos azuis do seu pai! um bjo e um abraço!

Ana Claudia disse...

Oi Má...

Soube hoje sobre seu pai...nessa correria, entro no CB tarde e acabo não vendo as atualizações...Deixei uma msg pra vc outro dia, mas não imaginava q ele não estava bem.Bom amiga...sei q não temos muitas palavras nessas horas. Já passei por isso há quase quatro anos e a saudade só aumenta...Mas tenha certeza sim q ele cumpriu seu papel e será eterno em seus corações. Lindo texto.Grande beijo. Clau.

Dhiii disse...

Ah. Sem palavras. Só sentimentos. Infindáveis.

Symone Mendes disse...

Lindo texto sem palavras..... hoje só fica a Saudade!